Minha matéria sobre o Windows Vista, escrita em 2006…

O lançamento da década

 

“Bringing clarity to your world” (“Trazendo claridade ao seu mundo”). Este foi o slogan inicial apresentado pela Microsoft ao anunciar o seu mais recente e esperado sistema operacional: o Windows Vista.

Oficialmente lançado no dia 28 de novembro no evento “Prontos para um novo dia”, em conjunto ao TechEd 2006, o Windows Vista apresenta uma experiência inovadora. O objetivo principal da Microsoft foi aprimorar a interação do usuário com a máquina. Isto é perceptível logo no momento em que o sistema é iniciado. A sofisticação visual refina elementos comuns das janelas para que o usuário possa se concentrar no conteúdo da tela, e não no que fazer para o seu acesso. Um exemplo disto é o recurso chamado “Pesquisa Rápida”, integrado ao menu “Iniciar”. Basta digitar o nome ou parte do nome de um programa para que ele apareça na sua lista e seja carregado. Este recurso dispensa a navegação pelos menus na busca de um aplicativo.

 

 

Em relação ao visual, com certeza o “Windows Aero” foi o mais discutido e esperado de todos: um ambiente com elementos de interface transparentes que produzem uma sensação de suavidade na navegação das janelas. É claro que tudo tem o seu custo. Para habilitar o efeito, a máquina onde o sistema está instalado deve possuir alguns requisitos mínimos de memória e placa de vídeo, mas nada muito além do que os equipamentos atualmente conhecidos possam suportar.

 

Outra dificuldade encontrada na versão anterior do Windows é localizar uma janela específica entre todas as janelas abertas na barra de tarefas. Normalmente o usuário efetua um clique ou alterna entre elas até descobrir o que realmente está procurando. A Microsoft minimizou este problema através de três novos recursos, diretamente ligados ao “Windows Aero”: miniaturas ativas, “Windows Flip” e “Windows Flip 3D”. O primeiro é de fácil percepção. Basta colocar o ponteiro do mouse sobre a barra de tarefas e o conteúdo de cada janela é apresentado como uma miniatura flutuante. Detalhe: a miniatura não é apenas uma “imagem”, e sim o conteúdo real da própria janela. Isto significa que um vídeo ligado continua apresentando os mesmos movimentos de como se estivesse em uma janela aberta. O “Windows Flip” é um aprimoramento feito para o tão conhecido recurso de alternância entre janelas com o uso de <ALT>+<TAB>. Já o último citado mostra todas as janelas abertas em perspectiva, permitindo também a alternância pelo usuário, mas de uma forma muito mais interativa. É importante lembrar que os três recursos necessitam do “Windows Aero” ligado. Estes foram os principais destaques na apresentação visual feita pela Microsoft no lançamento do produto.

 

 

Uma novidade que deve agitar inclusive o mercado de desenvolvimento de sistemas é o “Windows Sidebar”. Carregado ao lado direito da tela, este componente é uma barra com “gadgets”, mini-aplicativos com várias funcionalidades. Incluído no próprio sistema operacional, por exemplo, estão os gadgets que mostram a temperatura do momento em diversas cidade do mundo, um conversor de moedas com cotação on-line, entre outros. Existe até mesmo um jogo “puzzle” para um momento de descontração. As possibilidades do Windows Sidebar são infinitas. Tudo depende do impacto que ela causará ao mercado. Empresas como bancos, lojas e supermercados já estão criando gadgets para acesso on-line a diversos tipos de serviço.

Free Image Hosting at www.ImageShack.us  Free Image Hosting at www.ImageShack.us   Free Image Hosting at www.ImageShack.us  Free Image Hosting at www.ImageShack.us

O que vimos até agora reflete de forma direta o usuário doméstico, que normalmente quer na sua frente um sistema de tela amigável e de fácil navegação. Quando nos voltamos ao público corporativo, as questões, na sua maioria, são outras. Ninguém pode negar que a segurança é uma das principais delas.

Memorize esta sigla: UAC. Você ouvirá alguém falar dela sempre que o assunto estiver relacionado à segurança. O “User Account Control” (ou “Controle de Conta de Usuário”) é o novo conjunto de recursos do Windows Vista que determina mais equilíbrio entre o uso de uma conta de administrador e o uso de uma conta padrão. Certas atividades, como navegação, envio e recebimento de e-mails ou editoração de textos, não exigem privilégios de uma conta de administrador. Nesta nova metodologia de uso, o Windows é carregado sempre sob uma conta padrão, sem privilégios, mesmo que o usuário seja administrador do sistema. Caso alguma aplicação exija privilégio administrativo, uma permissão de execução será solicitada ao usuário. O UAC é executado em uma camada separada, acima da aplicação, não permitindo inclusive que programas possam interagir ou modificar suas regras.

 

Seguindo o mesmo caminho, está o “Windows Defender”, aplicativo já conhecido por alguns usuários do Windows XP. Agora ele faz parte do sistema operacional. Em linhas gerais, é uma vacina contra programas mal intencionados, os conhecidos “malwares”, impedindo a instalação e promovendo a remoção, caso o disco já esteja infectado.

 

Outro ponto em destaque é o desempenho. A inicialização do sistema está mais rápida, agora que menos serviços são carregados em memória. Foi criada ainda a chamada “Turboexecução”. Ela permite que um aplicativo usado com mais freqüência seja carregado de forma mais rápida. Para isto, parte deste aplicativo é previamente carregada em memória. A Microsoft implementou também o recurso “Suspensão”, uma evolução e combinação dos estados de Espera e Hibernação, encontrados na versão anterior do Windows. O novo recurso permite agora que o usuário desligue o computador com menos freqüência, podendo carregá-lo de volta ao estado original em poucos segundos.

Por fim, é interessante ressaltar que o Windows Vista foi lançado em 6 versões. Cada versão possui suas peculiaridades. Para o mercado doméstico, existem as versões Home Basic e Home Premium. Para o mercado corporativo, as versões Business e Enterprise. Para você, usuário doméstico, é importante ficar de olho na versão Home Premium. Apesar do custo mais acessível, a Home Basic não possui o “Windows Aero” e outros recursos necessários mesmo para o uso comum do dia-a-dia. Para você, que trabalha em uma grande corporação ou com notebooks que merecem maior proteção de informações, a versão Enterprise pode ser a mais apropriada. Esta versão é comercializada somente por volume de licenças, isto é, não será encontrada nas prateleiras das lojas de informática. É ela que incorpora o novo recurso “BitLocker”, que permite a criptografia de dados para o caso de um eventual roubo do equipamento. Se não existir esta necessidade, uma versão Business cai muito bem. Agora, se você é do tipo de pessoa que procura sempre “a versão de todas as versões”, corra atrás do Windows Vista Ultimate. Ele incorpora todos os recursos do sistema operacional em uma única versão. Em último lugar, menos apreciada, está a versão Starter. Semelhante à versão do Windows XP lançada com este mesmo nome, pode ser utilizada para computadores mais antigos, que possuem pouca memória e nenhuma placa de vídeo capaz de suportar os recursos visuais da nova tecnologia.

 

O Windows Vista já está disponível às empresas que possuem parceria com a Microsoft e aos assinantes do MSDN. O lançamento para venda no mercado está previsto para 30 de janeiro de 2007, inclusive a versão português brasileiro. 

 

  

Idevar Souza Junior é beta-tester oficial do Windows Vista na Microsoft. Responsável pelo report de mais de 100 bugs do sistema operacional ainda na fase beta, participou não apenas do programa internacional como também do programa beta para o Windows Vista traduzido para o Português (Brasil).

  1. #1 por FastNFur em 18 de setembro de 2009 - 2:19

    O primeiro comentário rs!!! Texto muito claro, objetivo e esclarecedor. Parabéns pela iniciativa, continue postando!Evandro & Odila.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: