Arquivo para categoria Dynamics 365

MVPWeek – De 20/abril a 07/maio – Não perca! Dynamics 365 em 30/abril

Olá, fan boys de Dynamics 365!

Teremos um mega evento este ano. Trata-se do MVPWeek, com uma série de palestras técnicas abordando diversas tecnologias. Começa neste dia 20/04, de segunda a quinta, sempre às 19h00 e às 20h30.

A minha palestra será no dia 30/04, às 20h30, abordando o tema “Dynamics 365 Marketing: a tratativa do cliente como Indústria 4.0”.

Não perca.

Detalhes no site:
http://mvpweek.github.io

Transmissão ao vivo direta e aberta no YouTube, nos horários mencionados acima:
http://youtube.com/watch?v=xbGERzOLA4Q

Assista ao “teaser” de abertura do evento 🙂

 

Deixe um comentário

Live Azure, Power BI e Dynamics em 24/04 – Azure na Prática – Não Perca!

Pessoal, no dia 24/04, sexta-feira, com início às 21h00, faremos uma live abordando assuntos gerais com profissionais MVPs de Azure, Power BI e Dynamics, a convite do meu caro amigo MVP Renato Groffe. Estarei junto na discussão para falar de Dynamics 365, e como integra-lo a essas plataformas. Não perca!

Inscreva-se aqui:
https://bit.ly/anp-live-4

A transmissão será feita no horário marcado através do YouTube, no canal Azure na Prática:
https://www.youtube.com/azurenapratica

Aguardo você lá!

Abraço.

Deixe um comentário

Alerta: Dynamic 365 for Outlook será descontinuado!

Olá, galera!

Antes de tudo, calma!!! A integração entre Dynamics 365 e Outlook continua a funcionar. Não faz sentido isso se perder 😉

Há algum tempo, eu escrevi um post a respeito do uso de 2 integrações possíveis para a integração do Outlook com o Dynamics 365: pela Dynamics 365 for Outlook (antiga) ou Dynamics 365 App for Outlook (moderna).

Naquele post eu já dizia para não utilizar mais a integração antiga, que se trata de um suplemento para Outlook bem pesado, e que possivelmente a Microsoft decomissionaria em algum momento. Pois bem, não precisa me chamar de adivinhão, mas recebemos a notificação da Microsoft esta semana sobre este assunto, colocada no primeiro parágrafo do artigo que descreve as funções que serão retiradas:

https://docs.microsoft.com/en-us/power-platform/important-changes-coming

Effective March 2020, the legacy Dynamics 365 for Outlook (also referred to as Outlook COM add-in) is deprecated. Customers must transition to the modern Dynamics 365 App for Outlook before October 1, 2020. Microsoft will continue to provide support, security and other critical updates to the Outlook COM Add-in until October 1, 2020.

For further information and steps to make a smooth transition, download Dynamics 365 for Outlook (COM add-in) Playbook

Nos meus projetos, não tenho mais nada usando a integração antiga, portanto estou salvo!! hehehe… Corram aí.. todos tem até o dia 01/10/2020 para fazer isso. A aplicação nova é muito melhor 🙂

Grande abraço!

Idevar.

Deixe um comentário

Atenção! Mudanças futuras no Power Apps, no Power Automate e em aplicativos baseados em modelo do Dynamics 365

Olá, galera! Tudo em ordem? Estamos passando por um momento difícil em toda a humanidade, mas vamos superar em breve, se Deus quiser!

Enquanto isso, estou aqui home-office e aproveitando para estudar um pouco mais sobre Dynamics.

Gostaria de colocar um alerta importante sobre mudanças que a Microsoft fará no Power Apps, Power Automate e em aplicativos baseados em modelo do Dynamics 365. Por que um “alerta”? Porque algumas dessas mudanças exigem alteração em código-fonte, e você deverá estar preparado para isso, caso contrário, poderá ter sua aplicação afetada e parada em produção.

As mudanças estão descritas no seguinte artigo da Microsoft:
https://docs.microsoft.com/en-us/power-platform/important-changes-coming#some-client-apis-are-deprecated

Aqui também está a mesma versão, mas em português Brasil (cuidado com termos traduzidos e que seria melhor não serem traduzidos rs): https://docs.microsoft.com/en-us/power-platform/important-changes-coming#some-client-apis-are-deprecated

Gostaria de destacar alguns:

Mudanças nas chamadas de APIs de cliente (está descrito no título “Some client APIs are deprecated”). O artigo contém uma tabela De-Para com as APIs antigas e as substitutas. Neste em especial, o texto não diz a data em que as APIs antigas serão interrompidas. Só diz que haverá um anúncio público 6 meses antes de serem removidas (“A public announcement here in the documentation, on the Dynamics 365 blog, and in many other places will be made at least six months before removal.”)

Tudo que o artigo diz como “deprecated”, significa que será removido. Portanto, muita atenção. Veja a lista de títulos que o artigo carrega com as features removidas:

  • Form processing and object detection preview models in AI Builder are deprecated
  • Old Common Data Service environment URL redirector service is deprecated
  • Deprecation of Office365 authentication type and OrganizationServiceProxy class for connecting to Common Data Service
  • Regional Discovery Service is deprecated
  • Rules feature in canvas apps is deprecated
  • Legacy web client is deprecated
  • Task flows are deprecated
  • Process Dialogs are deprecated
  • Legacy process-related attributes in entities are deprecated
  • Some client APIs are deprecated
  • EntityMetadata.IsInteractionCentricEnabled property is deprecated
  • Voice of the Customer is deprecated
  • Dynamics 365 for Blackberry is deprecated
  • Service scheduling in Dynamics 365 Customer Service is deprecated
  • Usage of Parature knowledgebase as the knowledge management solution is deprecated
  • Project Service Finder app is deprecated
  • Contracts, Contract Line Items, and Contract Templates entities are deprecated
  • Standard SLAs in Dynamics 365 Customer Service are deprecated
  • Relationship Roles are deprecated
  • Mail Merge is deprecated
  • Announcements are deprecated
  • Ready-to-use business processes available through Add Ready to Use Business Processes setting are deprecated
  • Silverlight (XAP) web resource is deprecated
  • Past deprecations

Observe que a lista não é pequena rs engraçado ver a remoção de funcionalidades “mortas” como aplicativo Dynamics 365 for Blackberry, ou recursos de Silverlight, que acabaram caindo no esquecimento. É a vida… aplicações ou plataformas que um dia marcaram presença, e hoje ficam apenas nas lembranças!

Um forte abraço a todos e vamos em frente!
Idevar.

Deixe um comentário

Dynamics 365 CRM Cloud (Online) ou On-Premises?

Pessoal, vou abordar aqui um assunto certamente questionado no momento de uma implantação de Dynamics 365 CRM na empresa, inclusive junto à área de arquitetura e segurança. Qual é o melhor cenário? Usar o Dynamics 365 CRM na sua versão Online ou na sua versão On-Premises?

Essa é uma discussão longa, e a verdade é que é possível apontar vantagens e desvantagens para ambos os lados. Se fosse me perguntar em particular, a minha opinião, eu diria para, sem sombra de dúvidas, prosseguir na versão Online, mas obviamente trata-se da minha opinião, e não de uma regra. Se a versão On-Premises existe, é porque trata-se de um cenário real.

Vamos lá: o que conta no momento desta decisão?

Vamos lembrar que a versão Online do Dynamics 365 CRM está na cloud, hospedado em servidores Microsoft na nuvem. Trata-se portanto de um aplicativo SaaS (Software as a Service). Os aplicativos SaaS são essencialmente modelos de “aluguel”: você paga uma taxa mensal para usar o servidor na nuvem. Isso torna a versão online uma despesa operacional ou operacional versus um investimento operacional ou de capital. Isso pode ser uma parte importante da decisão. Porém, na versão On-Premises obviamente você terá despesas com infra-estrutura, seja uma própria ou de terceiros. O ponto crucial aqui, ao meu ver, é o fato de, na versão online, não haver preocupação alguma com capacidade de infra-estrutura. Adquirindo uma instância Dynamics, tudo isso é controlado pela própria Microsoft. Além disso, as atualizações (novas versões) são aplicadas de forma automática (algumas de forma automática e outras à sua escolha, após homologar, porém sempre com prazo). Backups são feitos de forma automática também diariamente. É importante você adquirir uma instância de produção e outra instância sandbox (para testes). Recentemente, a Microsoft liberou o número de instâncias sandbox a serem criadas, desde que você pague ao menos uma instância. Isso é uma imensa vantagem. Até então, para cada instância havia um custo. Pense que agora você pode ter 10 instâncias sandbox (por exemplo), para testes de projetos andando em paralelo.

Na versão On-Premises, lembre-se que o controle total da infra-estrutura é seu, ou da sua organização, mesmo que você pague uma empresa para isso ou para terceirizar a alocação dos servidores. É necessário controlar upgrades da aplicação, upgrades de servidor, etc. O que mais se discute como “vantagem” é a questão de segurança, pois os dados estão dentro do “seu servidor local”, e não na nuvem da Microsoft. Pois bem: isso é um pensamento cada vez mais distante e considerado “velho”, pois o servidor na nuvem tem a garantia da segurança e criptografia das informações. Ainda assim, vale como peso na decisão. O maior problema do On-Premises é justamente o fato da empresa acabar ficando “no tempo”, sem atualizar as versões pelo fato de não ter uma equipe dedicada a isso, ou seja, fato importante a se colocar. É um pouco lenda também dizer que não dá para se confiar na estabilidade do servidor na nuvem, e manter isso dentro da empresa por receio de ter instâncias na nuvem fora do ar. Pense bem: mais de 80% das empresas que usam o Dynamics 365 CRM já estão na nuvem. Se a nuvem cair, vai cair todo mundo. Eu tenho o Dynamics 365 na nuvem, na companhia onde trabalho, já há 3 anos rodando, e esta queda aconteceu uma única vez, durante cerca de 4 horas. Outro ponto: no servidor On-Premises, você tem acesso à base SQL do Dynamics, a base Core. Isso é impossível na versão Online, onde o acesso se dá apenas por API, por questão de segurança. Por outro lado, o suporte da Microsoft tem acesso direto em sua instância online para ajudar em algum ponto, ou mesmo a rever índices que estejam lentos em tabelas.

Outros pontos a se observar são pequenas diferenças do ponto de vista de funcionalidades que impactam diretamente no fato de se usar Online ou On-Premises. Seguem resumidamente:

Capacidade CRM Online CRM no local
Sincronização do Exchange CRM para Outlook, Roteador de E-mail ou Sincronização de Servidores (se estiver usando o Exchange Online / O365) CRM para Outlook, Roteador de E-mail ou Sincronização de Servidores (se estiver usando o Exchange no local)
Integração do SharePoint Lado do servidor com o SharePoint Online (se estiver usando o O365) Integração do lado do cliente
Vista interna (Insights) Incluído Custo adicional
Audição social Incluído Custo adicional
Fluxos de trabalho / diálogos 200 Ilimitado
Entidades personalizadas 300 Ilimitado
Relatórios do SSRS FetchXML ou T-SQL de um servidor de relatório replicado localmente FetchXML ou T-SQL
Processo de atualização / atualização O administrador do Office 365 aprova a atualização antes de ser instalada; os pacotes cumulativos de atualizações são aplicados automaticamente Atualizações e rollups de instalação controlados pelo seu administrador local
Acesso direto ao servidor Não Sim
Phone App Sim Sim, se o ambiente estiver voltado externamente via ADFS
Tablet App Sim Sim, se o ambiente estiver voltado externamente via ADFS
Armazenamento Limitado à quantidade de armazenamento do CRM Online adquirido Limitado à quantidade de armazenamento disponível no seu servidor
Ciclo de liberação Dois lançamentos por ano. Funcionalidade de lançamento de primavera exclusiva do CRM Online, para que a nova funcionalidade seja disponibilizada online primeiro. A versão de “outono” lançada no CRM Online e On Premises inclui a funcionalidade lançada na versão de “primavera”.
Migrando Os clientes do CRM Online podem migrar no local a qualquer momento. Banco de dados SQL fornecido ao cliente no horário agendado que pode ser importado para uma implantação no local. Os clientes do CRM On Premises podem migrar para o CRM Online e a personalização de entidades pode ser importada; no entanto, o banco de dados local não pode ser movido para o datacenter on-line, portanto, é necessária uma migração de dados.
Ambientes de sandbox O CRM Online fornece ambientes que não são de produção, como parte da sua assinatura, que podem ser usados ​​para desenvolvimento / teste / UAT. O número de organizações recebidas depende do número de usuários. Ambientes que não são de produção podem ser instalados, dependendo da disponibilidade do servidor local.

Espero ter ajudado nas principais diferenças entre ambas as versões!

Faça sua análise e escolha, mas pense com carinho na cloud! 😉

Grande abraço,

Idevar Junior.

Deixe um comentário

Junte-se ao nosso grupo de Meetup Dynamics Talks

Fala, galera de Dynamics 365!

Tenho uma grande novidade. Com o apoio da Microsoft, anuncio aqui a criação do primeiro grupo de Meetup de Dynamics 365 no Brasil, o Dynamics Talks! Junte-se a nós. É gratuito e basta entrar no link a seguir: https://www.meetup.com/pt-BR/dynamicstalks.

Qual é a finalidade do grupo? Vamos iniciar uma série de eventos de Dynamics 365, incluindo palestras com profissionais da área. O Dynamics 365 está crescendo no Brasil, com as empresas cada vez mais focadas na implantação de CRM, estratégias de Marketing ao cliente, Indústria 4.0, entre outros. Reunindo profissionais da área, todos terão oportunidade de trocar informações, tirar dúvidas, fazer networking e contribuir para melhorarmos cada vez mais estes eventos.

Em breve, teremos nosso primeiro evento. Cadastre-se no grupo para não perder!

Aguardo vocês! Um forte abraço!

Idevar Junior

Deixe um comentário

Microsoft Dynamics 365 Training Day – Finance & Operations

Hoje foi mais um dia de treinamento de Dynamics 365 na Microsoft: o Microsoft Dynamics 365 Training Day – Finance & Operations. Como o próprio nome diz, o evento foi voltado completamente ao módulo ERP do Dynamics.

Gostei muito de participar deste treinamento, onde estiveram presentes cerca de 60 participantes, técnicos e gerentes de diversas empresas que atuam com Dynamics. Eu particularmente não conhecia tão de perto o módulo ERP, e por isto mesmo participei, a fim de aprimorar meus conhecimentos nesta área. Vale lembrar que o ERP do Dynamics compete diretamente com plataformas robustas no mercado, como o SAP.

O networking em um evento como este também é uma das melhores partes do treinamento. A troca de ideias entre profissionais, que podem estar com a mesma dificuldade de outro em algum tipo de problema, procurando uma solução, ou simplesmente fazer contatos.

Este treinamento foi o segundo da Microsoft, após o anterior que citei em outro artigo, o Microsoft Dynamics 365 Training Day – Multiple Tracks.

Grande abraço!

Idevar Junior.

Deixe um comentário

FC Nuvem – A estratégia de CRM no meio corporativo e a jornada do cliente. Você está preparado?

Galera fan-boys do Dynamics 365! Realizei mais um evento na FC Nuvem, desta vez com o tema “Dynamics 365: A estratégia de CRM no meio corporativo e a jornada do cliente. Você está preparado?”

O evento ocorreu no dia 13/02/2020 e o link para a inscrição era: https://www.sympla.com.br/meetup-fc-nuvem-e-azure-talks–escalabilidade-docker-kubernetes-orquestracao-apis-dynamics-365__754629

Neste evento, falei da estratégia de CRM voltada a Marketing.

Seguem fotos:

Deixe um comentário

Open Source Roadshow 2020 – Iniciando a jornada de um cliente com Dynamics 365

Galera, mais um evento entregue com sucesso!

Open Source Roadshow 2020. O evento estava disponível em https://www.sympla.com.br/open-source-roadshow-2020—sao-paulo-sp-presencialgratuito__733764 e foi realizado no dia 08/02/2020. Apesar de ser um evento voltado a código aberto, fui convidado a palestrar sobre Dynamics 365, novamente a convite pelo pelo meu caro amigo Renato Groffe.

Minha palestra teve com tema Iniciando a jornada de um cliente com Dynamics 365, onde abordei, ao lado do caro amigo Lucas Alves, como podemos utilizar o Dynamics 365 Marketing para a abordagem de cliente 360 e marketing, desde campanhas por email até a criação da jornada em si.

Seguem as fotos.

Deixe um comentário

A interface clássica do Dynamics 365 está com os dias contados. Está preparado para a UCI?

Olá, Dynamics fan boys!

Novamente estou aqui tocando em um assunto “preocupante”, e que algumas organizações ainda estão passando despercebidas. No artigo que escrevi em outro post, expliquei as diferenças entre a Interface Clássica e a “nova” (nem tão nova assim rs) Interface Unificada (ou UCIUnified Client Interface) do Dynamics 365. Pois bem. Naquele artigo, eu alertei sobre a data de “ultimato” da Microsoft para que a nova interface seja utilizada. As organizações que deixarem para a última hora, poderão ter dores de cabeça com relação a isso.

A data do “ultimato” é 1 de outubro de 2020. A partir desta data, querendo ou não, você será “forçado” a migrar para a nova interface. No que isso implica? A maioria das aplicações Dynamics que estiverem rodando nativamente, sem muitas customizações, tendem a não ter impactos, ou seja, a migração ocorre tranquilamente e o usuário passa a utilizar a nova interface sem qualquer problema. Aplicações mais customizadas, principalmente com muitos Javascripts, precisam de mais cuidado. No post anterior, eu já expliquei como ativar a nova interface para ser testada.

Outro ponto que gostaria de compartilhar neste novo post, que não falei no anterior, é sobre um portal criado pela Microsoft para auxiliar a transição para corporações que queiram agendar esta migração. Trata-se do Unified Interface Transition Portal, que pode ser acessado pelo seguinte link: https://runone.powerappsportals.com/.

Ao clicar em “My Environments”, todas as instâncias do tenant relacionado à sua organização são listados, com o status da transição para a UCI. Veja um exemplo:

Basicamente, o site apresenta 4 status:

  • To be transitioned by FastTrack:
    Considero este o que se precisa dar mais atenção, para não comer bola e acordar da noite para o dia com a transição feita sem que você tenha notado. Algumas corporações, dependendo do contrato e licenças que possui com a Microsoft, apresentam a seguinte mensagem na abertura do portal, em vermelho: FastTrack Customers: Target Dates below are still to be confirmed. Please work with your FastTrack representative to plan and schedule your migration. Clientes “FastTrack” basicamente possuem datas de transição acordadas com o administrador do Dynamics. Imagine uma empresa global, com instâncias espalhadas em todo o mundo, com um administrador nos EUA, por exemplo. Este administrador terá acordado as datas via “FastTrack” com a Microsoft. Sendo assim, sua instância pode já ter uma data agendada e ele precisa confirmar com você, pois neste caso, nem sempre aparece a data na coluna “Target Date” (vide 2 últimos exemplos na imagem acima: “Instance_06” e “Instance_07_Brazil”).
  • Already transitioned:
    Transição já realizada. Sua instância já está transicionada para a UCI.
  • Not yet scheduled:
    Você ainda não agendou a transição via portal (selecionando uma data para que ela seja feita). Obs: mesmo que você não faça este agendamento, no dia 1 de outubro de 2020, data limite da interface clássica, sua instância será automaticamente migrada para a UCI.
  • Scheduled and approved:
    Agendada e aprovada. Este status mostra que você já fez o agendamento da transição para a UCI. Apenas tenha em mente que, na data mostrada na coluna “Target Date”, suas aplicações não estarão mais disponíveis na interface clássica.

Para fazer um agendamento, clique sobre a instância com o status “Not yet scheduled” para abri-la no detalhe, e depois, no botão “Schedule Transition Date”. Será apresentado um campo para a escolha da data antes de 01/10/2020:

 

Sugiro sempre que faça um teste de transição primeiro com instâncias Sandbox (Dev, Homologação), para depois prosseguir com instâncias de Produção.

Outra dica: mesmo após transicionado, se por algum motivo, você precisa entrar na interface clássica para determinada app, existe um parâmetro na URL para isso (disponível pelo menos até que a interface clássica seja extinta pela Microsoft): é o parâmetro forceClassic=1, que pode ser usado da seguinte maneira.

Exemplo:

https://contoso.crm2.dynamics.com/main.aspx?forceClassic=1

 

Interface já transicionada para Unificada (URL comum sem o parâmetro):

 

Mesma tela ao colocar o parâmetro “forceClassic=1” na URL, forçando a Interface Clássica:

 

Ou seja, mesmo que sua instância já tenha sido transicionada para a nova interface, você ainda pode forçar a interface clássica com este parâmetro.

É isso aí, galera! Espero ter ajudado. Qualquer dúvida, não hesitem em entrar em contato comigo ou deixar um comentário.

Forte abraço!

Idevar Junior.

Deixe um comentário